meus pés morrerão ao encostar nos seus
e esse chão há de ser só teu e meu

só seu...

meus pais morrerão e os seus também
se já não morreram com a noite a se esconder
e eu vou

correndo pra ver
o sol renascer

o tempo falar

até o céu morrerá
hoje, ao terminar mais um dia
e o que você fez?

quem não morreria ao ver você assim,

tão bonita no seu último olhar

acabou
nas árvores ficou
as ruas marcou
nos olhos

levou 

a certeza que

teu mar não morrerá em ti
teu mar não morrerá em ti
teu mar não morrerá em ti
teu mar não morrerá