engole
e canta, canta, canta, vai
morre o medo se cantar
chora

de longe vem o homem
tão cansado de esperar
quem acordou de um suicídio
sabe bem como é que é, ter
paciência
então
eu vou tentar mais uma vez
e eu vou tentar mais uma vez

pra ver

pra ver se eu choro de felicidade
pra ver seus olhos rios da cidade
pra ver se eu me acostumo com essas grades

do céu
hoje eu sei quem eu sou

olha só essas feridas,
sem pensar eu fiz
e segui só,
já sem ver você

olha só essas fissuras,
sem pensar me vi..

eu te levei até a praia
eu me desfiz da minha esposa
eu joguei fora o meu dinheiro
fechei a porta pra um amigo
eu só sonhei meu desengano
eu desenhei as tuas pupilas

e arde mais que brasa em pele quente
você olhando pra mim